Archive for Oficina

Evento – AULA MAGNA DA ESCOLA RETROFUTURISTA.

// October 5th, 2016 // No Comments » // Eventos, Loja, Oficina, SteamPunk

14468501_131962077265977_4359388098478710974_o-copia-3

É com muito orgulho e admiração que a Loja Paraná do Conselho Steampunk, junto com PIBID Filosofia 3 da Universidade Federal do Paraná, tem a honra de convidar a todos para a AULA MAGNA da ESCOLA RETROFUTURISTA! Esse evento sai um pouco da esfera de eventos culturais, e adentramos no terreno sólido e árido do Universo Acadêmico.  Lembrando que haverá certificados para todos os presentes que inscreverem-se, por isso não deixem de fazer a inscrição!!!

14468501_131962077265977_4359388098478710974_o

A Escola Retrofuturista tem como principal objetivo ampliar os horizontes educacionais dentro das mais diversas áreas do conhecimento, com saberes diferenciados por experiências dos integrantes do movimento Steampunk e suas aplicações didáticas. Desde a literatura fantástica, a movimentos que levaram a revoluções históricas e ao pensamento filosófico, estes que fundamentaram a modificação de gerações, podem ser relidos através de práticas pedagógicas com os mais diversos conteúdos teóricos e de gamificação.

Por este motivo Enéias Tavares e seu fiel cão de guarda Adamastor (Profº Dr. da UFSM), Capitão Escarlate (Profº Dr. Carlos Alberto Machado, da UNICENTRO), Madame Pom-Pom Newton (Profª Me. Priscilla Sisto Dalmarco, Supervisora do PIBID FILOSOFIA 3 UFPR) e General Andropov (André Felipe W. Leite, UFPR), tem o orgulho de solicitar aos nossos secretários robóticos para fazer o seu formulário de inscrição para a Aula Inaugural da “Escola Retro Futurista Steampunk”.

A Aula Inaugural acontecerá no dia 17/10/2016 às 19h no Anfiteatro 100 do prédio da Reitoria da UFPR, no Edifício Dom Pedro Primeiro, Rua Amintas de Barros, esquina com a General Carneiro. Não se atrase e lembre que as vagas são limitadas.

LINKS:
Sobre o projeto: https://www.facebook.com/EscolaRetrofuturista/

Sobre o evento: https://www.facebook.com/events/598285410343894

Link para inscrição no evento: goo.gl/vf3XHT

14468501_131962077265977_4359388098478710974_o-copia-4

Como foi a participação da Loja Paraná na IIª SteamCon (parte IV)

// November 1st, 2014 // 1 Comment » // Eventos, Loja, Moda, Oficina, SteamPunk

O Grande Momento Solene da II STEAMCON ocorreu após as oficinas e palestras serem realizadas. Com o salão cheio no Lira Serrano, cada vez mais lotado pelos convivas ansiosos por conta do aguardado Baile de Máscaras, organizado pela steamer Débora Puppetmissing do grupo FULL STEAM- Campinas, e com o clima londrino de garoa forte e neblina que impedia visualizar além de 3 metros, tivemos a Outorga das Comendas. A Comenda era uma antiga honraria militar e civil entregue em reconhecimento aos trabalhos e feitos das personalidades de destaque nos tempos coloniais e imperiais. E há alguns anos ela é concedida pelo Conselho SteamPunk Brasil aos steamers que mais se destacaram na criação, difusão, divulgação e desenvolvimento do SteamPunk em nossas terras brasileiras. Existem duas modalidades de Comenda, a Ordem da Jarreteira, e a Ordem da Caldeira. E, na II STEAMCON desse ano, tivemos a entrega da Ordem da Caldeira para os steamers em destaque: Carlos Alberto Machado, Adriana Cabral e Karl Felippe. Esses agraciados, que receberam a Ordem da Caldeira das mãos de Bruno Accioly, e a partir de agora Comendadores Steampunks Brasileiros, juntam-se ao Comendador da Ordem da Jarreteira Romeu Martins. Parabéns a todos os agraciados! Vossas senhorias mereceram a honraria, e que isso inspire aos demais steamers na preservação da pressão do vapor na caldeira nacional!

Capitão Escarlate, ou melhor dizendo, COMENDADOR Capitão Escarlate apreciando a Medalha da Ordem da Caldeira

O Gran-Finale da Steamcon ocorreu em sequência à outorga das Ordens: o Baile de Máscaras! Dentro do grande salão, diversos casais, amigos, grupos e convivas reuniram-se para dançar, embalados por uma grande seleção de musicas steampunks, clássicas, e músicas solicitadas pelo público antecipadamente via facebook. Nesse espaço, todos tiveram seu momento de esticar as pernas, convidar a nobre dama ao lado, e reviver o auge da era vitoriana no universo steampunk. Fossem em grupos, trios, duplas, casais ou sozinhos, steamers sacudiram suas bielas e mexeram as caldeiras. Ocorreu até mesmo um “duelo de dança” numa roda de steamers. Empolgados pelas palmas dos presentes, “steamers-freestylers” (André Heck Peixoto e Igor Garcia Soares da Cruz) emendaram passos de hip hop numa apresentação improvisada, mas muito bonita. Entre os dois blocos do Baile, tivemos mais uma vez a apresentação de dança cigana pelas dançarinas Morgana Sirvak e Luciana Shiraishi.

Conforme o tempo passava, as dança eram dançadas, fotos tiradas e recordações e contatos trocados, o grupo da Loja Paraná foi retirando-se de cena à moda francesa. Ainda tínhamos uma looonga viagem pela frente. Despedimo-nos de alguns, e recolhemo-nos para um último momento na Hospedaria Memorialistas. Após algumas horas dessa imersão surreal por esse mundo de fantasia, onde a ficção virou realidade em Paranapiacaba, estávamos fora da névoa mágica, e voltamos à realidade dura, cinzenta, e caótica nas estradas e avenidas cruzando São Paulo até nossa querida Terra dos Pinheirais, nossa amada Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, a Curitiba querida por todos nós.

Deixamos o final para agradecer ao fim de semana incrível que tivemos. Rendemos a todos que organizaram a II STEAMCON imensos elogios, e maiores agradeciemntos ainda. Foi SEN-SA-CI-O-NAL, mesmo, de verdade. Surpreendeu a todos que aguardávamos um evento fantástico, mas que tivemos um evento extraordinário! Agradecemos também a todos os lojistas, expositores, “oficineiros”, palestrantes, fotógrafos, escritores e claro, a todos que nos receberam de braços, asas e próteses abertos, acolhendo aos “curitibanos fechados” e descobrindo que a “Rússia Brasileira” é lar de pessoas simpáticas, e steamers vaporosos!

Estamos já em contagem regressiva para retornarmos a capital SteamPunk brasileira, onde iremos prestigiar a III STEAMCON! Queremos deixar claro que esperamos a todos steamers, diesels, piratas, magos, demônios, angelicais e aethéricos em nossos eventos e gravações! Apareçam!

E não se esqueçam:

Fogo na Caldeira e Asas a Imaginação!! \o/

Como foi a participação da Loja Paraná na IIª SteamCon (2014) (Parte I)

// September 20th, 2014 // 1 Comment » // Eventos, Loja, Oficina, SteamPunk

 

(Aviso importante: essa será a 1ª de uma série de postagens. Houveram muitas coisas boas, e queremos deixar um registro tão completo quanto possível)

A neblina se aproximava distinta, cobrindo nobres cavalheiros com suas altas cartolas e damas enrubescidas com suas sombrinhas desguarnecidas…

Nos dias 16 e 17 de agosto, ocorreu na bela cidade de Paranapiacaba a IIª STEAMCON, evento nacional para os amantes do steampunk em todas as suas mídias e formatos. E a Loja Paraná do Conselho SteamPunk não podia deixar de estar presente em um evento tão notório, mostrando que o pistão da máquina e o calor do vapor estão trabalhando ao máximo nas frias terras do Sul brasileiro.

Como sempre frisado, o steampunk nacional não apresenta uma centralização ou hierarquias. Cada grupo tem autonomia de gestão e de criação de eventos, o que permite maior liberdade de expressão e configurações, onde os steamers podem demonstrar seus toques locais, suas particularidades, enriquecendo ainda mais as anacrônicas experimentações, e desenvolvimentos regionais. E o II STEAMCON veio com o intuito de unir os mais variados grupos existentes para um único ambiente, propiciando troca de ideias, histórias, vivências e o reconhecimento perante os demais, das várias expressões pelos quais o steampunk nacional vem abrindo caminhos sem par.

Banner de divulgação da IIª SteamCon

Essa foi a segunda edição do evento, confirmando a escolha da Vila de Paranapiacaba (região de Santo André, SP), (e porque não?), como a “capital SteamPunk brasileira”.  Sua origem remonta os tempos áureos das criações de ferrovias por empresas britânicas durante o período imperial. O núcleo original da vila é a estação ferroviária construída aos moldes e modelos ingleses da época vitoriana! Além desses aspectos físicos, por estar no meio de serra paulista, parte da mata atlântica, apresenta uma característica única: uma densa neblina que em nada deve ao “fog” londrino, a ponto de impedir a visão a mais de cinco metros em pleno meio dia! Simplesmente, épico o local!

Um pequeno exemplo da neblina que tomava a cidade. Visibilidade quase zero depois de cinco metros :0

Nessa edição, houveram diversas atrações, cobrindo uma ampla gama dos terrenos pelo qual o steampunk brasileiro está se desenvolvendo. Ocorreram oficinas de pintura e customização de armas; criação de contos; práticas de bartitsu (arte marcial de autodefesa gentlemen) e pasmem, uma oficina de poker. Ocorreram ainda as belíssimas peças teatrais,  “Dom Chicote Mula Manca” e “Cinco Semanas em um Balão”; apresentações de dança como Dança Tribal Fusion Steampunk da bela dançarina Dana Guedes, apresentação de Steam Dance da não menos bela Saille Samara, e a Dança Cigana das especialíssimas Morgana Sirvak e Luciana Shiraishi. Ainda ocorreram as Performance  “Etiquetando um autômato!”;; debates sobre literatura fantástica com autores renomados presentes, moda, música e artes… Tivemos até mesmo um concurso de apresentação steamplay!

O armeiro do grupo do Paraná, o steamer Elton Evaristo, se responsabilizou pela organização da caravana paranaense para que os steamers da região sul pudessem comparecer dignamente ao evento. Não podemos deixar de parabenizá-lo, pois foram muitas correrias com hospedaria, transporte (que quase ficamos na mão, mas nosso bom amigo Elton não desistiu). Ficou firme e forte até o fim, mesmo com o stress da correria. Realizamos uma viagem tranquila via rota litoral, deslumbrando a Serra de Santos (e a belíssima vista proporcionada). Espantamos-nos mais ainda pela chegada na vila, meio fantasmagórica, mas com uma população canina muito dócil e divertida. Nossa viagem aventuresca terminou na Hospedaria Os Memorialistas. Sobre a hospedaria, só temos elogios a tecer, com quartos  confortáveis, limpos e bem cuidados; proprietários muito atenciosos e lutadores, ela ativista de uma ONG local e ele de um humor incomensurável, com certeza, curtiram muito nosso pessoal (mesmo com os estranhos trajes steampunks e maquinarias adaptadas).Destaque para o serviço de café da manhã do local, o qual foi simplesmente esplêndido e sublime, com o MELHOR PÃO DE QUEIJO DO UNIVERSO!

Pousada Os Memorialistas: Quartel de campanha do CSP-PR na SteamCon.

Instalamo-nos, e já partimos a conhecer a cidade. Percebemos que a sorte nos acompanhava, pois a hospedaria ficava próxima aos principais locais do evento, como a Associação Lira Serrano (sede das exposições, palestras, e comércio especializado), Mercado Municipal (sede das oficinas e duelos de Nerfs), e das várias máquinas ferroviárias antigas expostas nos terrenos próximos às linhas de trem.

Elton, O Maquinista

Vagões

Relógio da Vila

Na Associação Lira Serrano ocorreram as principais atividades do encontro. No salão de entrada, localizavam-se diversas estandes de vendas de livros e acessórios steampunks/nerds/geeks: Portal a Vapor, Vapor Fashion, Sergio Cosmaker, Ideia Promocional, CAN, Miss Petrova, Leviathan Quinquilharias, Miss Stardust, The Suns, Kält’s Store, Geeks and Sweets, Trapezia. 

Um dos momentos mais “parados” nos estandes dos “Mercadores do Vapor”

Existiam muitas coisas interessantes, e com preços bem convidativos no comércio montado exclusivamente para o evento.  No sagão de entrada do salão também se encontrava a exposição Vermelho Steam, feitas por vários artífices paulistas, com belíssimas peças de esculturas, quadros, móbiles, sinos e um tapete exclusivo com temas steampunks. Além das exposições de Ju Violeta, e Bquick. No espaço do Mercado Municipal, tivemos a exposição do Freakshow do Dr. Absonus, aliás exposição que elevou o evento aos rincões internacionais. Parabéns ao Rodrigo Absonus Peixoto e sua família steamer pela bela e tétrica ideia magistral circense. A exposição contou com peças exclusivas lembrando os famigerados elementos bizarros dos circos europeus de séculos passados.

Musa BioMekanica

No palco do salão principal ocorreram apresentações de dança, debates com Dana Guedes (escritora SteamPunk), Bruno Accioly (fundador do movimento SteamPunk no Brasil), Carlos A. Machado (Capitão Escarlate), Álvaro Domingues (escritor de ficção científica e fantasia), Gianpaolo Celli, Álvaro Domingues, Enéias Tavares, mediados pelo nobre Cândido Ruiz também escritor StemPunk e membro fundador da Loja São Paulo do Conselho SteamPunk, e as palestras feitas por Edson Camargo e Cecília Camargo; Lord A; Aline Dalla Vecchia; Rommel Werneck, Freon Heart e Fabio Melo; participantes do bate papo: Carlos Alberto Machado, Bruno Accioly, Dana Guedes, ; oficinas com Capitão Escarlate, Fernão de Quintana, Cândido Ruiz, Álvaro Domingues; às dançarinas Dana Guedes, Saille Samarah, Morgana e Luciana Shiraishi. Enquanto isso, no piso superior, diversas salas foram utilizadas para RPG, em especial o Castelo Folkenstein.

Programação de sabado, 16, durante o dia

Programação de sabado, 16, durante a noite

Programação de domingo, 17.

Bom, essa é só a 1ª postagem, de uma longa série de postagens, e achamos que para uma primeira injeção de vapor, as caldeiras estão bem abastecidas. Nas próximas postagens, iremos desbravar como foram os 2 dias imersos em Vapor, engrenagens, máquinas fantásticas e pessoas ainda mais incríveis! Não percam 😀

Fogo na Caldeira e Asas à Imaginação \o/ !!!

Hanamachi 2013: Vapor entre as Flores

// January 25th, 2014 // No Comments » // Eventos, Loja, Moda, Oficina, SteamPunk

Saudações nação steamer!

Neste relatório, iremos falar sobre o Hanamachi, evento ocorrido em Joinville, nos dias 16 e 17 de novembro do corrente ano de 2013.

Para os que ainda não conhecem, o Hanamachi é um evento voltado para a cultura otaku/nerd/geek em geral. Realizado nas instalações do SESC da cidade, conta com uma belíssima infraestrutura, com diversos estandes de lojas, além das múltiplas salas de atividades (indo desde museu com videogames antigos, até sala de Terror, Origami, língua japonesa entre outras), e o amplo ginásio, onde ocorrem as apresentações, shows e atividades de luta (swordplay, e arremesso de shyoriken).

Vista do Salão Principal

Pocket Show em meio ao Salão principal

Uma das várias oficinas do evento

Queremos, de antemão, agradecer aos organizadores, pois apesar dos pequenos percalços que ocorreram (naturais a qualquer evento desse porte), souberam resolver as questões muito bem. E agradecimentos ainda maior ao público, que se mostrou muito educado e atencioso com o universo Steampunk. Mais para frente isso será explicado.

Esse ano, o Conselho foi representado pelos steamers Renata, PW, Elton, Daniel, Ciel, Aninha, André, Aline, Shamps, Lincoln, e Marielen. Infelizmente, o Capitão Escarlate não pode estar presente, e a Capitã Pirata Anne, estava atuando em sua identidade civil, como a linda Lolita, cuidando junto com as demais moças da Sala Lolita (aliás, muito elogiada pelo publico e que estava lindíssima! parabéns moças, arrasaram). Também apareceram lá os steamer mafrenses Junior e Carla, que aumentaram nossas tropas e chamaram muitas atenções do pessoal.

Lincoln, Junior, André (Andropov), Carla

Aninha, com seu steamplay de assassino.

ALine, PW, Renata e Marielen

Daniel e Elton, com seus belíssimos visuais

Como atrações, além do incrível Museu Steampunk, foram ministradas as Oficinas de Cartola e Trabalhos em Couro, sendo a 1ª dia 16, e a 2ª dia 17. Ambas as oficinas foram sucesso de publico e de elogios. O pessoal adorou fazer as cartolas com a Steamer Renata ensinando-os e dando dicas para decorá-las. Todas ficaram lindas e o pessoal pode levar para casa excelentes trabalhos!

Renata “workshopando”, ensinando o pessoal a fazer lindas cartolas e minihatsRenata “workshopando”, ensinando o pessoal a fazer lindas cartolas e minihats


Exemplos de minihats feitos durante a oficina

Exemplos de minihats feitos durante a oficinaExemplos de minihats feitos durante a oficina

No domingo, com os steamers Daniel e Elton, o pessoal pode fazer vários modelos de bolsas e acessórios em couro. Novamente, foi um sucesso de publico, como no ano passado, e foi uma das oficinas que mais se estendeu a nível de tempo, pois a cada momento mais e mais pessoas queriam aprender a fazer acessórios. Ficamos muito felizes com isso, pois mostra o quanto é grande o interesse do pessoal com as oficinas e com o estilo steampunk 😀

Pessoal muito concentrado montando bolsas durante oficina de couro

Pessoal muito concentrado montando bolsas durante oficina de couroPessoal muito concentrado montando bolsas durante oficina de couro


Elton explicando como modelar couroElton explicando como modelar couro

um dos exemplares de bolsa produzidos durante a oficinaUm dos exemplares de bolsa produzidos durante a oficina

Além das oficinas, os steamers André e Aline fizeram apresentações ao público. O primeiro realizou uma palestra explicando sobre o que é o Steampunk, suas origens literárias e como ele se tornou uma subcultura em constante ampliação. A steamer Aline apresentou-se em sequencia, fazendo um número de dança steampunk. O público ficou encantado com as duas apresentações, buscando depois delas mais informações e dicas de sites e livros para se inteirar mais acerca do universo steamer.

Steamers André (Andropov) e Aline durante respectivas apresentações

Steamers André (Andropov) e Aline durante respectivas apresentações

Steamers André (Andropov) e Aline durante respectivas apresentações

Como dito anteriormente, o público foi o mais marcante. Apesar de tímido, mostrou-se muito curioso e interessado sobre o visual, e não só, mas também na literatura, musica, seriados e filmes. Ainda mais espantoso foi o respeito e atenção do pessoal para tirar fotos ou para ver mais de perto as peças presentes na Sala Steampunk e nas roupas dos steamers. Parabéns pessoal!

Publico atento para a palestra e dança

Publico atento para a palestra e dança

Publico atento para a palestra e dança

Novamente, queremos agradecer aos organizadores por nos convidarem e nos acolherem tão bem no evento! E estamos já ansiosos para ano que vem repetirmos o resultado, se não ainda mais melhorá-lo!

Fogo na caldeira e asas à imaginação!

Steamers do Mundo, uni-vos e avante!

Texto baseado nas anotações de Andropov e Katharina,

com fotos de Lincoln Schindler

XX Oficina SteamPunk – Diário de Viajante

// June 11th, 2013 // No Comments » // Eventos, Oficina, SteamPunk

Corajosos aventureiros e intrépidas aventureiras!!

A “Comissão de Geografia Fantástica e de estudos Naturais Monstruosos”, do Conselho Steampunk Loja Paraná, tem a honra e prazer de anunciar que no dia 22 de Junho, do Corrente Ano do Senhor (ou seu equivalente nos calendários paralelos russo, chinês, japonês, persa e árabe) iremos realizar uma reunião para expormos nossas aventuras,e  catalogá-las.

Queremos deixar registrado os feitos fantásticos e memoráveis realizados por nossos incríveis exploradores, caçadores, piratas, viajantes, aeronautas, subnautas, navegantes, peregrinos e nômades (bem como todos seus equivalentes associados, mercenários e vilões). Muitos de nós realizaram feitos notáveis de coragem, valor humano, sabedoria, ou se meteu em confusões épicas, duelos medonhos e batalhas cruéis, onde o melhor e o pior da Humanidade foi visto e serviu/servirá de exemplo para as gerações futuras!

OH! Você, intrépido cidadão/cidadã do mundo ainda não possui um diário onde relatou suas aventuras? Nem possui algo semelhante? NÃO HÁ PROBLEMA!!!! Nesse encontro, será realizada uma oficina onde os membros mais audazes (e desastrados) ensinarão a compor e criar Diários de Viajante, justamente para todos nós termos nossas aventuras e vidas expostas para analise, e para auxiliar todo aquele que se aventurar por territórios já explorados (ou ir além, onde nenhum homem, mulher, autômato, alien ou criatura viva jamais esteve!). A oficineira será a aventureira Renata, cuja personagem possui mais histórias e esteve em mais lugares do que a Carmem Sandiego conseguirá estar em 2 vidas.

Para compor e criar o Diário de Viajante, vocês precisarão dos seguintes materiais:

– 20 a 40 folhas de papel A4 (depende a espessura do diário)
– Papel cartão na cor da capa
– Agulha grossa
– Fio encerado
– Material para personalização (couro, engrenagens, fitas, ilhoses, botões, etc…)
*Esses materiais podem ser comprados em papelarias, armarinhos e lojas de couro.

Esperamos encontrar todos vocês, nobres camaradas e desbravadores do imenso e maravilhoso mundo lá, no Quartel General do Conselho Steampunk Paraná; o já famoso Solar do Barão, Carlos Cavalcanti, 533 – Centro, às 14:00 horas na Gibiteca no dia 22 de Junho de 2013.

Aproveitando, o Aerocomandante Andropov Felipovich instaurou um posto de recrutamento para o próximo Café à Vapor em homenagem à Júlio Verne. Para se inscrever, basta comprar a passagem para o campo de batalha contra o frio julino, apenas 15,00 reais ou “ouros/rublos/libras/dólares/dinares. (não estaremos fazendo conversões com dobrões espanhóis nem com circulares chineses, devido à questões de guerra. Desculpem o transtorno)”

XIX Oficina SteamPunk – Transformando armas em jóias

// May 8th, 2013 // 2 Comments » // Eventos, Oficina

Saudações novamente, amigos aventureiros e amigas intrépidas! Todos unidos na força do vapor!

Boas novas vindas direta do front de combate, jovens aventureiros e gloriosos soldados e soldadas do universo sempre em guerra do vapor! A beligerância dos espíritos está em alta novamente, e para conter os avanços dos monstros de Marte em seus tripods; ou as lutas contra vampiros e lobisomens; ou mesmo, para aplacar essa ameaça com cérebro de engrenagens chamados autômatos  nós, do Conselho SteamPunk do Paraná, temos orgulho de anunciar a XIX Oficina SteamPunk! E, dessa vez, queremos ampliar os amplos arsenais do pessoal, ensinando a customizar e a dar uma nova aparência à armas.

Como mestre armeiro e gran-inventor dos arsenais de batalha contra a ignorância  teremos Capitão Escarlate em pessoa como nosso mestre e tutor de engenharia e pintura! Usando pasta metálicas, tinta spray, e muita criatividade, todos poderão ver (e criar) lindas armas para duelos, combates, ou apenas para usar na cintura e deixar na lareira, e contar longas histórias de caçadas surreais.

A oficina será realizada já no tradicional Quartel-General do Conselho, o pátio do Solar do Barão, na Rua Pres. Carlos Cavalcanti, 533 – Centro. Será no dia 11 de maio, as 14:30, até o horário em que as caldeiras da criatividade perderem forças e iluminação.

Então, tragam suas ideias,armas para customizar, tintas e todos os apetrechos bélicos, e entrem de cabeça nessa oficina que irá ensinar a todos a manipular os elementos e criar belas peças desse universo fantástico envolvido em vapor, cobre, pressão, máquinas fantásticas e tudo o mais que a Imaginação puder tornar real!

Lista de Material:
– Tragam armas plástica de brinquedo (lojas 1,99 ou similares).
– Lixa dágua (material de Construção ou lojas de artesanato)
– Tinta spray preta para plástico (boas lojas do ramo, material de construção ou lojas de artesanato)
– Jornal velho para forrar o local de pintura.

Fogo na Caldeira e asas à imaginação steamers!

Oficina de Cartolas de Mini Hats

// April 14th, 2013 // No Comments » // Eventos, Moda, Oficina, SteamPunk

Fugindo um pouco do calendário, em uma (de duas) edição extraordinária, o Conselho Steampunk realizará uma Oficina de Cartolas e Mini Hats na Faculdades Integradas Camões pela oficineira de plantão Renata C. Kamarowski.

Quem tiver interesse ou dúvidas, favor encaminhar sua cofirmação ou questionamento para o e-mail: rita_de_cassia_oliver@hotmail.com

Fogo na caldeira, e asas à imaginação!!!


Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/designio/public_html/pr/wp-content/plugins/all-in-one-seo-pack/aioseop_class.php:3954) in /home/designio/public_html/pr/wp-content/themes/irresistible/set.php on line 1